* * * TENHAM FILHOS * * *

Em momento de discussão sobre o tempo dedicado aos filhos, um texto que eu amo:

“Se eu pudesse dar só um conselho para os meus amigos, seria esse: tenham filhos.
Pelo menos um. Mas se possível, tenham 2, 3, 4…
Irmãos são a nossa ponte com o passado e o porto seguro para o futuro. Mas tenham filhos.
Filhos nos fazem seres humanos melhores.
O que um filho faz por você nenhuma outra experiência faz. Viajar o mundo te transforma, uma carreira de sucesso é gratificante, independência é delicioso. Ainda assim, nada te modificará de forma tão permanente como um filho.
Esqueça aquela história de que filhos são gastos. Filhos te tornam uma pessoa com consumo consciente e econômica: você passa a comprar roupas na Renner e não na Calvin Klein, porque no fim, são só roupas. E o tênis do ano passado, que ainda tá novinho e confortável, dura 5 anos… Você tem outras prioridades e só um par de pés.
Você passa a trabalhar com mais vontade e dedicação, afinal, existe um pequeno ser totalmente dependente de você, e isso te torna um profissional com uma garra que nenhuma outra situação te daria. Filhos nos fazem superar todos os limites.
Você começa a se preocupar em fazer algo pelo mundo. Separar o lixo, trabalho comunitário, produtos que usam menos plástico… Você é o exemplo de ser humano do seu filho, e nada pode ser mais grandioso que isso.
Sua alimentação passa a importar. Não dá pra comer chocolate com coca-cola e oferecer banana e água pra ele. Você passa a cuidar melhor da sua saúde: come o resto das frutas do prato dele, planta uma horta pra ter temperos frescos, extermina o refrigerante durante a semana. Um filho te dá uns 25 anos a mais de longevidade.
Você passa a acreditar em Deus e aprende como orar. Na primeira doença do seu filho você, quase como instinto, dobra os joelhos e pede a Deus que olhe por ele. E assim, seu filho te ensina sobre fé e gratidão como nenhum padre/pastor/líder religioso jamais foi capaz.

381-tenham filhos
Você confronta sua sombra. Um filho traz a tona seu pior lado quando ele se joga no chão do mercado porque quer um pacote de biscoito. Você tem vontade de gritar, de bater, de sair correndo. Você se vê agressivo, impaciente e autoritário. E assim você descobre que é só pelo amor e com amor que se educa. Você aprende a respirar fundo, se agachar, estender a mão para o seu filho e ver a situação através de seus pequenos olhinhos.
Um filho faz você ser uma pessoa mais prudente. Você nunca mais irá dirigir sem cinto, ultrapassar de forma arriscada ou beber e assumir a direção, pelo simples fato de que você não pode morrer (não tão cedo)… Quem é que criaria e amaria seus filhos da mesma forma na sua ausência?! Um filho te faz mais do que nunca querer estar vivo.
Mas, se ainda assim, você não achar que esses motivos valem a pena, que seja pelo indecifrável que os filhos têm.
Tenha filhos para sentir o cheiro dos seus cabelos sempre perfumados, para ter o prazer de pequenos bracinhos ao redor do seu pescoço, para ouvir seu nome (que passará a ser mãmã ou pápá) sendo falado cantado naquela vozinha estridente.
Tenha filhos para receber aquele sorriso e abraço apertado quando você chegar em casa e sentir que você é a pessoa mais importante do mundo inteirinho pra aquele pequeno ser. Tenha filhos para ganhar beijos babados com um hálito que listerine nenhum proporciona. Tenha filhos para vê-los sorrirem como você e caminharem como o pai, e entenda a preciosidade de se ter uma parte sua solta pelo mundo. Tenha filhos para re-aprender a delícia de um banho cheio de espuma, de uma bacia de água no calor, de rolar com o cachorro, de comer manga sem se limpar.
Tenha filhos.
Sabendo que muito pouco você ensinará. Tenha filhos justamente porque você tem muito a aprender. Tenha filhos porque o mundo precisa que nós sejamos pessoas melhores ainda nessa vida.”
Autora: Bruna Estrela

Anúncios

40 COISAS PARA FAZER COM UM FILHO ANTES DELE CRESCER

Nossa, que delícia saber que já fiz muitas destas coisas com os meus!!!!

“Eu já ganhei de aniversários livros com os títulos 1.001 Filmes para Ver Antes de Morrer, 1.000 Lugares para Conhecer Antes de Morrer e 1.001 Músicas para Ouvir Antes de Morrer. Teria de ter umas 1.001 vidas para ver, ouvir e passear tanto. Outro dia, fiquei pensando numa lista de coisas que os pais deveriam fazer ao menos uma vez (tomara que sejam várias) antes de as crianças crescerem – e nós sabemos que isso acontece rápido demais.
1. Amassá-los gostosamente, niná-los e aconchegá-los.
2. Fazer um esforço danado para vê-los andando pela primeira vez.
3. Fazer outro esforço danado para vê-los falando pela primeira vez. As primeiras vezes não voltam mais.
4. Levá-los ao zoológico (que cuida bem dos animais).
5. Levá-los à praia.
6. Levá-los para conhecer cachoeiras e lagos.
7. Levá-los ao teatro.
8. Levá-los ao cinema.
9. Levá-los às livrarias.
10. Levá-los aos museus.
11. Levá-los aos parques de diversão.
12. Levá-los para conhecer os pontos turísticos e históricos da cidade em que moram.
13. Fazer com que experimentem comidas novas.
14. Preparar comida juntos.
15. Tentar fazer alguma das refeições diárias sempre com eles (sem televisão e afins).
16. Brincar livremente com eles.
17. Rolar na grama.
18. Brincar de guerra de cosquinha.
19. Brincadeiras na água e com água
(mas sem desperdício).
20. Acompanhá-los para o primeiro dia de aula de suas vidas.
21. Quando possível, pegá-los na escola.
22. Contar ou ler histórias à noite.
23. Conversar e ouvir sobre a visão deles do mundo.
24. Ensiná-los andar de bicicleta.
25. Ensiná-los a amarrar o sapato.
26. Ensiná-los a tomar banho.
27. Ensiná-los a se enxugar direito.
28. Ensiná-los a respeitar os mais velhos.
29. Ensiná-los a respeitar as pessoas independentemente de suas condições sociais.
30. Ensiná-los a respeitar as meninas e os meninos.
31. Ensiná-los a importância da persistência e da coragem.
32. Ensiná-los a importância do conhecimento para suas vidas.
33. Desenhar com eles.
34. Jogar “stop” com eles.
35. Mexer em argila juntos.
36. Fazer bolas de sabão com eles.
37. Fazer a lição de casa (quando possível) ao lado deles.
38. Explorar o mundo invisível (microscópico).
39. Explorar o mundo distante (olhar para o céu).
40. Andar muito de mãos dadas.”

125-quarteto.jpg
Anna, Lipe e Lelê com 2 meses. Lari com 2 anos.


Autor: Ilan Brenman – este texto foi publicado na edição 250 (setembro, 2014), na Revista Crescer

DIA DAS MÃES 2017

Hoje o dia começou cedo, como todos os meus dias… preparei café da manhã, dei leite pra turma, ganhei beijos! Enquanto o papai e as meninas foram buscar as vovós preparei nossa super Lasanha de almoço. Quando chegaram ganhei presente e demos presentes.
Está ficando cada vez menos difícil… o trio almoçou o trivial arroz, feijão e carne, mas a Larissa já sentou na mesa com a gente pra almoçar e saborear a Lasanha da mamãe!
Na hora de tirar foto, até os meninos colaboraram, não choraram e aguentaram uns 2 minutinhos!!
Enquanto levei as vovós pra casa, papai lavou toda a louça e deixou a cozinha limpinha!!! Ufa… Agora é só curtir o finzinho do dia com nossa turma e agradecer a Deus por mais um dia das mães juntos!!
Meus filhos são minha maior recompensa, meu prêmio, minha vitória. Ver a animação da Larissa contando que escolheu cada item do presente não tem preço! Os próximos serão ainda melhores… obrigada filhotes por existirem e obrigada marido por proporcionar este dia!

379-maes2017
#maedeproveta #trigemeos #triplets #diadamaes

ARRUMANDO A TURMA

Muitas mamães me perguntam: “Como você consegue dar conta de arrumar 4 crianças pra ir pra escola todo dia?” Dá um certo trabalhinho, principalmente quando alguém decide não colaborar com a mamãe, mas quase todo dia a rotina é a mesma.
Costumo dar lanche da manhã por volta das 9h00, normalmente uma fruta. Depois vou me arrumar, sim, se deixar pra depois de arrumar a tropa eu saio descabelada… Então verifico as trocas de roupa na mochila de cada um e completo com peças que usaram no dia anterior ou substituo por peças de frio ou calor. Mochilas arrumadas, separo os uniformes do dia e já deixo tudo organizado sobre a cama com os tênis.
Levo os meninos para fazer xixi, escovar dente e lavar rosto e começo a trocá-los… penteio cabelos e libero. Vem a Anna que faz xixi, escova os dentes e nesse meio tempo já começo a pedir que a Larissa faça o mesmo, pois ela é a mais “enrolada” pra fazer tudo… Enquanto troco a Anna chamo a Lari de novo. “Já tô indo mãe…” Começo a pentear a Anna e engrosso a voz chamando a Larissa. “Arrrgh, tá bom, tava vendo desenho!” Terminei a Anna e a Lari ainda está apreciando o espelho, nem pegou a escova de dente…

378-indopraescola
Aí começa a correria pois ela é a mais exigente: “não quero esse tênis, quero a calça de listra fina, essa blusa tá grande, dobra meu casaco, deixa que eu coloco a roupa, me ajuda que eu não consigo, quero duas tranças com frufru colorido e franjinha pra frente”. Ok madame, algo mais??!! Tem dia que dá tempo desses caprichos, tem dia que simplesmente visto ela sob protestos porque estamos atrasadas…
Enquanto isso o trio está correndo pela casa e eu fico torcendo pra que nada aconteça. Sai um gritinho ou outro, mas na maioria das vezes logo param e ficam vendo desenho. Coloco mochilas nas costas de cada um e a Lari já pega a dela. Já são 10h35, pegamos elevador e depois coloco um a um no carro, isso quando não tenho que sair correndo atrás dos meninos pela garagem… todos prontos, vamos pra escola!!
Às vezes atraso uns minutinhos… mas fazer o quê? Ninguém é perfeito!!
#maedeproveta #trigemeos #triplets #maedemuitos

PRIMEIRA REUNIÃO COM PROFESSORAS

Semana passada tivemos nossa primeira reunião com as professoras da escola da turminha. Eu já estava habituada a participar por causa da Larissa, mas desta vez eram 4 e dei sorte do papai poder me acompanhar!
Nesse dia, recebemos as pastas com os trabalhos do trimestre, atividades pedagógicas, relatório sobre desenvolvimento e podemos trocar informações com as “tias” que ficam à disposição dos pais. Foram muitas coisas fofas pra ver e muuuuito assunto pra conversar.
Em resumo os 4 estão evoluindo muito bem, mas o Alexandre é o único que tem o mesmo comportamento em casa e na escola. A Larissa na escola se alimenta bem, é comportada e concentrada nas atividades. A Anna é tímida e quieta, só se solta mais quando encontra a Lari. O Filipe não briga, vai bonitinho ao piniquinho e obedece as tias.

377-reuniaoprofessores.jpg
A diretora disse que é normal as crianças terem comportamento diferente perto e longe dos pais. Nos chamou a atenção e ela ficou de observar o fato da Anna imitar demais os irmãos e os amigos. Na escola também estão incentivando bastante a alimentação dos meninos para nos ajudar na questão da mastigação.
Saímos com muitas pastas de trabalhos, fotos fofas do projeto e muitos elogios aos nossos filhos. A escola fez muito bem aos pequenos que estão falando mais e aprendendo a interagir, fugindo daquele mundinho trigemelar.
Parabéns meus amores!! O tempo passa muuuuito rápido…
#maedeproveta #maedemuitos #trigemeos #triplets #escola